quarta, 22 de maio de 2019

Visão 2013

12 Fevereiro 2019

GESEL na mídia: Visão mais clara sobre acionamento de térmicas só será possível com fim do período úmido, afirma Roberto Brandão

A decisão do CMSE em autorizar a geração fora de ordem de mérito de usinas com CVU de ate R$ 588,75/MWh foi visto como acertado por especialistas ouvidos pela Agência CanalEnergia. A discussão é a dose que foi aplicada, não há unanimidade quanto ao volume que deveria ser autorizado para evitar uma situação mais pressionada ao longo do período seco. Na última sexta-feira, 8 de fevereiro, o CMSE comunicou ainda que passaria a se reunir com mais frequência para avaliar a evolução do quadro hidrológico. Esse fato, apontou Roberto Brandão, professor do Gesel-UFRJ, indica que o governo, a depender das condições hidrológicas, pode rever esse volume, seja para cima ou para baixo. “Eles avaliarão o volume de energia a ser despachado em intervalos mais curtos, aumentando na medida em que o horizonte das vazões for se definindo. Não faz muita diferença acionar térmicas a mais por uma semana que seja. Então, como estamos com ENA volátil faz sentido não sair gerando nesse momento”, comentou. Para ele, a questão que se discute agora é preço e não desabastecimento, pois o sistema tem condição de atender a demanda. E há a possibilidade de que ainda sejam registradas mais chuvas. Em sua opinião, uma visão mais clara só será possível com o encerramento do período úmido. (Agência CanalEnergia – 11.02.2019)

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo: